Os 3 ingredientes para uma estratégia perfeita. Use no seu Negócio!

Blog > Negócios

Publicado em: 08/02/2019

estrategia-perfeita

A estratégia é o que dá caminho para o seu negócio e o que mais preocupa é que a maioria dos empresários está muito focado no operacional, ou seja, em fazer as atividades “mão na massa” do negócio. Só que isso garante somente a sobrevivência da empresa e não o crescimento.

Nós seguimos 3 ingredientes aqui na agência e também com os clientes que gostaríamos de compartilhar com você para te ajudar a elaborar suas próximas estratégias:

 

#1 – Objetivos Claros

Viver um dia após o outro com o tempo gera cansaço e sentimento de repetição e andar em círculos, portanto é importante que você defina qual é o seu grande objetivo e trace metas menores que permitam que você chegue lá e sejam o termômetro para saber se está no caminho certo ou se tem algo que precisa ser aprimorado.

Infelizmente não somos educados ao longo da vida para definir objetivos, metas e colocar tudo no papel e segui-las fielmente, por isso todo ano novo é a mesma coisa para a maior parte das pessoas, você percebe que não fez nem metade do que queria, continua na mesma, se enche de esperança com todo aquele clima de ano novo e sabe o que acontece de novo? Nada!

Um dos grandes problemas é você definir metas enormes e magníficas, e isso não é nenhum problema, você é capaz de chegar lá, mas para isso precisa distribuir em metas menores e ter a auto responsabilidade de se manter focado até atingi-las.

Uma forma de avaliar se suas metas são cabíveis é aplicar o SMART, é uma forma de avaliar se está traçando metas que são:

 

M – Mensurável (Mensurable)

Sua meta deve ser mensurável, ou seja, você deve estabeler quanto tempo será necessário para você alcançá-la ou então quanto dinheiro precisará para que ela aconteça.

A – Atingível (Attainable)

Estabeleça metas possíveis de ser alcançadas, não adianta nada você estabelecer algo inatingível na sua meta e depois ficar sentindo que fracassou no seu objetivo.

Seja realista consigo mesmo e estipule metas que estejam de acordo com suas condições físicas, mentais, financeiras ou de tempo. Aquilo que você está realmente disposto a fazer para que suas metas se concretizem.

R – Relevante (Relevant)

Muito alem de ter sua meta alinhada ao seu objetivo de vida, é que ela seja realmente relevante para você e para o mundo ao seu redor.

T – Temporal (Time-related)

Sua meta precisa necessariamente ter um prazo para se cumprir, não adianta nada colocar uma meta realista, mas sem um prazo que condiz com isso. Por isso, estabeleça um prazo limite para concretizar sua meta, afinal é muito fácil procrastinar e acabar deixando de lado sua meta. E tome cuidado para não colocar um prazo muito curto e depois se sentir fracassado, tudo tem seu tempo, portanto seja realista.

 

#2 – Ambiente Externo

O ambiente externo de forma resumida são as oportunidades que o mercado te dá ou os obstáculos que você terá de tomar certo cuidado, conhecidos como Oportunidades e Ameaças dentro da análise SWOT.

Para te ajudar abaixo listo alguns dos fatores que são necessários observação:

Concorrentes: quais seus concorrentes os atuais e os potenciais, quais produtos fabricam, qual a margem de vendas e lucratividade dos mesmos.

Fornecedores: quais são os seus fornecedores, quais oferecem produtos de boa qualidade e com preço adequado, busca de novos fornecedores para novos produtos.

Consumidor: quem são seus consumidores e o que eles desejam.

Mercado: o que o mercado atual objetiva, qual o produto ou serviço em destaque, verificar se esse pode ser comercializado oferecido pela empresa.

Instituições financeiras: caso a empresa de recursos extras quais instituições financeiras podem emprestar dinheiro, qual a taxa de juros, prazos.

 

#3 – Recursos Internos

É aqui onde você conhece suas maiores forças e também algumas fraquezas internas, ou seja, que estão em você ou no seu negócio e você pode usar para ganhar credibilidade no mercado.

Abaixo alguns pontos muito interessantes para se analisar:

Estrutura Organizacional: metas, regras, comunicação, estrutura dos departamentos como um todo.

Pessoal: cumprimento de leis trabalhistas, recrutamento, seleção, treinamento, avaliação dos funcionários, plano de benefícios e incentivos por atividades.

Setor Financeiro: dinheiro em caixa, lucros, compra de bens, investimentos de interesse, pagamento de contas.

Produção: estruturação do layout da empresa, escolha das tecnologias e equipamentos que serão utilizados, pesquisa e desenvolvimento de produtos e tecnologias, escolha e compra de matérias primas, controle dos produtos fabricados (estoques).

Marketing: estratégias de venda e de mercado, escolha do melhor tipo de mercado, avaliação e estipulação de preços e estruturação da logística.

 

Agora você já sabe alguns pontos que precisa estar atento na hora traçar uma estratégia para que tudo funcione em perfeita sincronia, lembre-se: Saiba onde quer chegar e divida em metas menores, analise as oportunidades do mercado e avalie as ameaças que você pode enfrentar e saiba o que você tem ou não dentro do seu negócio, assim você garante que não vai dar um passo maior que a perto ou ou usar 1% de todo o seu potencial.

Caso tudo isso ainda não esteja claro na sua cabeça, pode procurar por uma consultoria em marketing e vendas, que tal bater um papo com especialista? Clique aqui

Receba uma consultoria gratuita
Entenda quais estratégias e ferramentas podem te ajudar a atingir seus objetivos de negócio.










SkypeTelefone/WhatsappPresencial

ManhãTardeNoite