Seu cliente não compra o produto. Ele compra a emoção

Blog > Marketing Digital

Publicado em: 22/03/2019

Marketing que toca a emoção

A maior parte das pessoas fica sempre anunciando seus produtos, mas sem que desperte nenhum tipo de sentimento no “coração” do seu cliente ideal, pois na maioria das vezes o empresário tenta vender para todo mundo e acaba não vendendo para ninguém!

Esse artigo vai te dar uma visão para comunicar sua marca e produtos para o consumidor.

 

#1 – Não é público alvo, é cliente ideal.

No nosso dia a dia de agência percebemos que cada vez mais os empresários estão ouvindo as expressões persona ou cliente ideal, mas ainda não conseguem estabelecer uma direção 100% correta, pois o velho costume de tentar vender para todos ainda prevalece em suas cabeças.

Existe uma série de formas para pesquisar e definir com precisão o seu cliente ideal, mas aqui queremos facilitar que você empresário consiga entender, então vamos fazer perguntas mais fáceis e estratégicas para te ajudar:

 

Quem é o seu melhor cliente?

Se você já tem um negócio com clientes comprando de você será fácil responder, vai vir a cabeça aquele cliente que você “adora”.

 

Por que ele é o melhor?

Nessa pergunta você vai ter como resposta os pontos de maior relevância que definem para você essa pessoa como seu melhor cliente, bons exemplo são: ele paga certo, compra bastante, não reclama, tem real necessidade do produto, entre outras diversas coisas.

 

Quantos clientes parecidos com ele você tem?

Essa questão é bem reflexiva, pois se você só tiver 1 desses clientes e a maioria são clientes que fogem do que você espera, é necessário um ajuste grande na comunicação para atrair mais pessoas com esse perfil e menos dos demais perfis que muitas vezes até te incomoda ter.

 

#2 – Seja o seu cliente, depois tente vender!

Agora que você já refletiu sobre como identificar o cliente ideal, você precisa se colocar no lugar, ou seja, falar como ele falaria, e para isso você precisa fazer a si mesmo ou em uma pesquisa com os clientes as seguintes perguntas:

 

  • O que o seu cliente ideal fala perto e longe das pessoas?
  • O que o seu cliente pensa perto e longe das pessoas?
  • O que ouve seus clientes dos amigos, família e desconhecidos?
  • O que seu cliente vê no dia a dia dele? Que agrada ou o desagrada.
  • O que ele vê como RESULTADO?
  • Como seu negócio pode ajudá-lo a chegar nesse grande RESULTADO?

 

#3 – Venda Benefícios e não características

A maior parte das pessoas se prendem a vender a característica “física” do produto, mas você precisa mexer com as emoções do seu cliente ideal, ou seja, mexer com o coração dele. (Parece fofo, mas é literalmente isso.)

Vamos dar alguns breves exemplos para que você “pegue a sacada” de forma rápida:

 

Produto: Pós graduação

Cliente Ideal: Homens de 40 anos casados e com filhos que já tem um tempo de experiência em sua área de atuação mas precisam crescer a carreira.

Característica: Aulas Quinzenais aos sábados no período da manhã.

Benefício: Com nosso curso de pós você cresce  sua carreira sem precisar perder dias de trabalho, noites de sono ou o seu fim de semana com os filhos e esposas.

 

Produto: Carro

Cliente ideal: Pessoa que trabalha usando o carro praticamente o dia todo

Característica: Tem ar condicionado

Benefício: Você chega em suas reuniões de trabalho confortável e sem suor mesmo em dias de grande calor como tem feito no Brasil.

 

Acho que você conseguiu entender o conceito de “tocar o coração” do seu cliente ideal, mas claro que tem muitas outras estratégias que facilitam e aceleram os resultados, para entender melhor entre em contato com nossos especialistas clicando aqui.

Quer ter mais resultados?
Preencha o formulário e nossos especialistas vão entrar em contato para uma avaliação gratuita sobre o seu negócio!